História de Fortaleza

 

A história de Fortaleza começou há muitos anos atrás, quando a cidade surgiu ao redor do Forte de Nossa Senhora da Assunção, construído pelos portugueses. Ao redor do forte, surgiu um povoado, que deu origem à quinta maior cidade brasileira. O visitante que chega a Fortaleza, hoje uma metrópole admirada por turistas do mundo inteiro, dificilmente imagina que ela parecia ter poucas chances de evoluir.

Enquanto Capitania, O Ceará não recebia atenção alguma. A conquista da Capitania começou em 1603, com a bandeira de Pero Coelho de Souza que fundou o Forte de São Tiago na Barra do Ceará. Sua ocupação oficial foi iniciada por Martim Soares Moreno, o capitão português que serviu de inspiração para um dos personagens centrais do romance "Iracema" de José de Alencar, recuperando e ampliando o Fortim de São Tiago, e rebatizando o novo forte de Forte de São Sebastião.

O Forte foi ocupado por uma expedição holandesa, que dominou o Ceará de 1640 a 1644. Derrotada pelos índios, voltou seis anos depois à Região, comandada por Matias Beck, que ergue o Forte Shoonemborch às margens do Riacho Pajeú. A explusão definitiva dos holandeses ocorreu em 1954 pelo comandante português Álvaro de Azevedo Barreto, que muda o nome do Forte para Nossa Senhora da Assunção.

A criação do município de Fortaleza se deu a 13 de abril de 1726, quando a povoação do Forte foi levada à condição de vila.

Somente em 1823 o Imperador Dom Pedro I elevou a vila à categoria de cidade.

No século XX Fortaleza passa por grandes mudanças urbanas, entre melhorias e o êxodo rural, e cresce muito chegando ao final da década de 1910 sendo a sétima cidade em população do Brasil. Entre as décadas de 1950 e 1960 a cidade passa por um crescimento econômico que supera 100% e começa a ocupação de bairros mais distantes do centro. Ao final dos anos 70 começa a despontar como um futuro pólo industrial do Nordeste com a implantação do Distrito Industrial de Fortaleza. Durante a abertura política após o Regime Militar o povo elegeu a primeira mulher prefeita do Ceará, Maria Luiza e a primeira prefeitura comandada por um partido de esquerda. No final do século a administração da prefeitura e a cidade passam por diversas mudanças estruturais com a abertura de várias avenidas, hospitais, espaços culturais e despontando como um dos principais destinos turísticos do Nordeste e do Brasil.